domingo, 9 de março de 2014

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA- UM CASO DE POLÍCIA...

ESTOU CHOCADA!!!
Esses dias é notório a quantidade de noticiários a respeito de violência doméstica... parece que virou moda, mas essa "moda" está há milênios nos lares de muita gente.
Muitas famílias são vítimas do que chamamos de prisão psicológica, essa prisão que nos deixam presos sem cadeado.Os cadeados são as inúmeras agressões psicológicas que sofremos sejam elas como forem sempre estão a frente das agressões físicas porque elas normalmente não são motivos de cadeia para seus agressores já que quando precisamos da presença policial, somos ridicularizadas por se tratar de uma briga familiar... não entendem que antes da agressão física há primeiramente a agressão verbal, e infelizmente o agressor acaba agredindo até a morte... por negligência policial...
Nós somos mulheres que vivemos num mundo machista, e não adianta muito reclamar porque fomos educadas assim.
Há tantas histórias que nos cercam que não saem em noticiários mas que acontecem todos os dias... quantas de nossas mães, avós e bisavós já sofreram esse abuso??
Não há meio melhor do que amenizar esse machismo senão pela educação que damos as nossas crianças.
Somos mulheres que crescemos rejeitadas, amedrontadas, decepcionadas, mas há um sentimentos únicos em todas nós, a de superar e aprender a lhe dar com muitas emoções e nos doutrinármos com amor e com respeito.Só as mulheres são capazes de dar a luz a um novo espírito, logo, somos nós a primeira referência de amor e de vida a essas crianças, então, somos nós com a nossa educação mais humana e feminista que vamos acabar com essa onde gigante de falta de amor...
Não quero fazer uma propaganda de feminismo , apenas quero deixar claro de que somos nós a célula da família, seja ela solitária ou não, somos nós que devemos educar nossas crianças que amam, que respeitam e que possa mudar esse mundo... é pela nossa educação que o amor possa dar continuidade o que há de bom...
A família sendo origem de toda a sociedade, ela também deve ser a maior responsável por toda essa onda de violência , afinal de contas os primeiros passos, as primeiras lições são dadas pelos pais.
Infelizmente a falta de estrutura familiar, a falta de educação acaba que cria uma sociedade doente e sem cura, porque a cura está na educação, não há vacina contra a falta de educação, o único remédio é a boa educação.
Quando vejo escancarada a falta de respeito entre as pessoas, isso me choca... infelizmente algumas pessoas são maldosas a ponto de maltratar alguém só porque lhe é diferente... seja pela sua opção sexual, sua profissão, há tantas diferenças e isso nos tornam iguais, pelo simples fato de sermos criaturas diferentes mas criados por um único Deus, nosso Pai Maior.
Porque não aceitar as diferenças?
Porque não sair de uma relação danosa a nós e aos nossos filhos?
Os nossos motivos são diferentes mas todos nós queremos a felicidade esteja onde estiver... a felicidade deve ser um bem comum, mas não se é feliz sendo orgulhoso e egoísta, se é feliz amando , infelizmente o nosso planeta ainda não sabe o que é amar...
Violência doméstica acontece todos os dias, com diferentes motivos mas sempre o mesmo fim...a falta de amor chega num ponto em que a conversa civilizada parece inútil.
A violência doméstica é um mal que não tem fim enquanto não haver uma punição mais severa e a violência psicológica não for diagnosticada como primeira agressão, não ficarem esperando uma violência física para prenderem o agressor... isso é negligência policial...
A violência doméstica ganha tamanha proporção que nossas vítimas sejam elas mães, crianças e mesmo alguns maridos, não importa...  violência é violência... ela se mascara.... independente de quem seja o agressor, embora as mulheres são em maior número, a violência doméstica é um caso de polícia...

2 comentários:

  1. Fui vítima de violência verbal uma maneira cruel de agredir pois ninguém viu, quando contava não acreditavam em mim pois ele fingia ser santo.

    ResponderExcluir